Fantasmas existem?

6 comentários





Essa é uma boa pergunta depois dos fatos ocorridos na empresa onde eu trabalho, na qual não citarei o nome por motivos óbvios, mas logo digo que é do ramo mercadista.
Bom, atualmente estamos passando por uma reforma, uma ampliação na filial da rede, portanto dizem alguns que tudo isso teve inicio com as escavações (os fatos a seguir)...
Certa noite de balanço, oito funcionários como de praxe, estavam exercendo o seu trabalho, cada um com suas funções e deveres. Era mais de dez horas da noite quando foram ao intervalo de quinze minutos para um lanche rápido, e todos subiram ao segundo andar, no refeitório. Então estavam lá, comendo seus lanches, discutindo coisas sobre suas funções, jogando conversa fora... quando de repente todos ouviram “alguém” dizer: - ei, ei, ta ai?! - Tais palavras ecoaram por todos os setores daquela área, mas não foi ninguém do refeitório, pois tal som de voz teve inicio lá embaixo, no setor de deposito. Os oito que estavam no lanche correram para ver o que era e vasculharam cada canto daquela construção, mas nada encontraram. Nada mesmo. Bom, nem preciso dizer que todos estavam com tanto medo que mal terminaram seus lanches, na verdade depois de terem ouvido vozes desconhecidas, decidiram ir embora pois não mais queriam ficar naquele lugar, que agora diziam “estar cheio de espíritos maus”. Todos foram embora na mesma hora, mas nem todos conseguiram chegar em casa sem tremer, meu primo que trabalha lá mesmo quase teve de usar fraldas de tanto medo por ter de ir embora sozinho! (ahahahahah). Outros não sei ao certo, mas conseguiram trabalhar no dia seguinte sem desculpas sobre fantasmas.
Ai é que começou todos os rumores de que o dono da empresa que faleceu, fora naquele momento checar se seus funcionários viventes estavam realmente trabalhando ou só coçando, provavelmente esse espírito (o dono) não gostou de vê-los em seus lanhes, e os chamou para trabalhar e fazê-lo ainda mais rico morto (é vai entender esses mortos...) por isso os chamou: -ei, vocês ai, vão trabalhar bando de vagabundos sem costume!
Logo começaram as conversas sobre espíritos e fantasmas de falecidos funcionários que voltam do alem para atormentar a vida dos... bem dos vivos! (hehehehe). No setor de padaria, por exemplo, me disseram que já viram vultos de alguém que voltou do alem para atormentar a vida de que deixa o forno ligado depois do expediente. Essa pobre alma, dizem que morreu queimada no forno, pois algum idiota foi embora e deixou-o trancado no setor, e esse como era novato, achou que poderia sair pela chaminé, e entrando no forno teve sua vida tragicamente perdida, queimado no forno.
Uma outra historia, muito me deixa meio que... bem... frustrado quando entro na sala de maquinas. Um certo funcionário uma vez disse que estava consertando algo lá dentro (na sala de maquinas), de repente ele ouviu um “psiu!”, e olhou em volta quem estava possivelmente o chamando. Nada. Então ele não deu importância, pois pensou que era algum engraçadinho querendo encher o saco dele. Mai uma vez ouviu: “psiu!”, dessa vez olhou das janelas e lá de cima (pois a sala de maquinas fica também no segundo andar e tem algumas janelas que apontam para o deposito), mas não viu nada. Foi quando alguém o cutucou no ombro, mas cutucou mesmo, deu pra sentir o toque...(estranho...), ele se virou e viu que nada havia o tocado. Na mesma hora ficou mais branco que o Michael Jackson e saiu correndo da sala, desceu os degraus quase que caiu. Lá embaixo outro funcionário o perguntou: - Cara o que houve? parece que viu um fantasma... - ele nada disse e foi embora, quase sujando as calças de medo é claro...
Isso aconteceu a esse funcionário anos atrás, mas com os eventos ocorrente devido a reforma, ele contou tal historia. Aliás, semana passada ele disse que a serra de cortar carne (pois agora ele trabalha no setor de açougue), ligou sozinha e quase o arrancou o braço. Bom, talvez o espírito que ele encontrou da ultima vez queria o braço todo e o ombro.. vai saber né... hahahaha.
Quero colocar também que alguns dizem que essas vozes e vultos são obra de um casal de ratos. Isso mesmo, com a reforma obviamente os pedreiros tiveram que movem varias estruturas, e numa delas estava um ninho de ratos, que foi destruído, e os pobres ratinhos foram massacrados pelos pedreiros. Por vingança, tais animais estariam assumindo papeis fantasmagóricos e assustando tudo e todos dentro da empresa, por alguns terem destruído seu lar. (esse povo me vem com cada uma...)
Outro funcionário, um senhor muito respeitado e, diga-se de passagem, com um intelecto bastante culto, vem-me dizer que certa noite teria ouvido uma mulher gritando no depósito, (perto da prensa de papeis pra ser mais exato), um grito assustadoramente agudo e sinistro. Ele estava sozinho e nem preciso dizer que nunca mais quis trabalhar de noite naquele lugar... (alias me disseram que essa mulher morreu esmagada na prensa, pois era outra funcionaria novata que não sabia usar o equipamento e também teve a vida trágica e estupidamente tirada).
E os rumores não param por ai, pois dizem que correntes são arrastadas sem ninguém arrastando, lâmpadas que ascendem e apagam sem ninguém apertando o interruptor, maquinas que ligam sem mais nem menos, vultos nas sombras, vozes e mais vozes, ruídos, gritos... ixi, se eu for contar tudo, não caberia aqui nesse espaço.
Por fim quero dizer que, em minha opinião, tudo é fruto de um medo irreal, criado a partir de crenças sem sentido e eventos que de alguma forma colidiram-se, formando algo que chamamos de “coincidência”.



6 comentários:

  • Robson Matos disse...

    Bahhhhhhh eu aki na aula de informatica tendo que ler isso bahhh ,, e o que eu tenho haver com o assunto referido que consta uma foto la no topo minhaaa huaaaaaaaa
    e voces que sao cagao seus medrosos trabalhei naquela segunda a noite e a unica coisa que aconteceu foi a policia mandou nos parar huaaaaaaaaa

  • Francielle disse...

    quero dar em nota oficial q se o problema eram os ratos
    infelismente eles faleceram no sabado a tarde... foi tragico mais foi pelo bem de oito garotos indefesos!!!
    coitadinhos...
    ahahahah dos ratos neh!!!

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Blog da União | TNB